M-Commerce: o que é e porquê vale a pena investir

Entenda porquê é importante investir no Mobile Commerce

Quando o assunto é vender na internet, imediatamente pensamos nas lojas virtuais e grandes marketplaces disponíveis no mercado, como o Mercado Livre, Amazon, Americanas, OLX, entre vários outros.

Sabemos que estes canais de vendas digitais incorporam o conceito de comércio eletrônico - mais conhecido como ecommerce.

Entretanto, cada vez mais consumidores fazem suas compras online não através de computadores, mas sim via smartphones, tablets e outros dispositivos móveis.

É importante ficar atento à esta mudança de comportamento dos consumidores e estar por dentro sobre o que é m-commerce e porquê você deve investir em responsividade e conveniência para clientes acessando seu negócio digital pelo mobile.

O que é m-commerce?

O m-commerce, ou Mobile Commerce, é um termo usado para caracterizar a compra e venda de produtos e serviços realizada através de dispositivos móveis, especialmente os smartphones.

M-commerce e ecommerce não são necessariamente distintos. Na verdade, hoje, a maior parte das plataformas de ecommerce e marketplaces fazem questão de garantir que suas páginas sejam inteiramente compatíveis com o mobile.

Isso significa que a maioria dos ecommerces já trabalha o m-commerce, mas a verdade é que simplesmente permitir que clientes possam acessar sua página nestes dispositivos não é o suficiente para alavancar as vendas no m-commerce.

Mas antes de saber como você pode otimizar seu negócio digital para vender mais nos dispositivos móveis, confira estatísticas que indicam porquê vale a pena investir neste mercado mobile.

Estatísticas do m-commerce

O m-commerce é uma tendência que só tende a se perpetuar e crescer nos próximos anos e, para que possa acompanhar isso através de números concretos, recolhemos alguns estudos, confira:

Grandes empresas já sabem o que é m-commerce e reconhecem seu potencial e, a partir disso, vêm desenvolvendo novas estratégias para não perder espaço no mercado de consumidores mobile.

Dicas de m-commerce para melhorar seus resultados

Não queremos que saia daqui sem dicas acionáveis e estratégias que possa empregar em seu negócio imediatamente. Por isso, confira o que fazer para alavancar esta oportunidade e gerar mais negócios e fidelizar clientes.

1. Tenha um site responsivo

O primeiro passo para conquistar este mercado é criar um site responsivo. Por padrão, todo website pode ser aberto através de um aplicativo de navegador em dispositivos móveis como smartphones e tablets, porém, isso não faz com que a página seja responsiva.

Um site responsivo se ajusta de acordo com o tamanho da tela dos dispositivos para manter não apenas para prezar pela navegabilidade, mas também para manter informações e menus destacados.

A diferença é que, com um design responsivo, o visitante não precisará dar zoom no mobile para clicar em um botão ou ler o que está escrito em sua página, pois ela se ajustará inteiramente e tomará uma forma projetada para estes dispositivos.

A imagem abaixo representa o resultado de um bom design responsivo. Como você pode ver, os menus e banners se ajustam de acordo com o tamanho da tela, aproveitando-a ao máximo.

Crie um site com design responsivo

2. Fique atento ao tempo de carregamento

Outro fator importante referente ao m-commerce e que não deve ser ignorado é o tempo de carregamento de sua página.

Seja em uma landing page, na página de produto ou em seus gateways de pagamento, é importante certificar-se que suas páginas carregam rapidamente em dispositivos móveis.

A diferença é que nem sempre smartphones ou tablets estão conectados à redes estáveis e de alta velocidade, como através de um cabo Ethernet ou WiFi. Frequentemente seus visitantes estarão em movimento e, com isso, terão de usar redes de dados móveis para acessar sua loja.

De acordo com uma pesquisa relacionada a SEO (Search Engine Optimization) realizada pela Think With Google, 53% dos visitantes tendem a abandonar páginas que demoram mais de três segundos para carregar.

3. Considere criar um aplicativo

Se você parar para avaliar os principais marketplaces no Brasil, perceberá que todos oferecem um aplicativo dedicado disponível para smartphones, como por exemplo os apps Android:

Neste momento você pode estar se perguntando: por que criar um aplicativo se estes mesmos canais de vendas online já oferecem websites com design responsivo?

Dentre os principais motivos, é importante destacar que através de um aplicativo próprio você será capaz de oferecer recursos exclusivos não disponíveis na página web e até mesmo ajudar a garantir a segurança dos usuários, pois os mesmos não precisarão utilizar um navegador de celular para acessar suas ofertas.

4. Ofereça uma digital wallet

Consumidores acostumados a realizar compras através de dispositivos móveis tendem a gravar seu cartão de crédito ou utilizar digital wallets (carteiras digitais) para efetuar compras sem que seja necessário sacar seu cartão de crédito.

Entender este tipo de comportamento não é difícil, basta considerar que clientes não querem ter de sacar suas carteiras ou bolsas em público para então inserir as informações de seus cartões de crédito.

Por isso, para melhorar a conveniência e ajudar a proteger seus clientes mobile, permita que os mesmos possam facilmente realizar compras através de gateways de pagamento digitais ou através de uma carteira digital própria dentro de sua página.

Além disso, lojas físicas já começaram a permitir que clientes façam compras dentro do estabelecimento utilizando apenas seus próprios smartphones.

Um grande exemplo de modalidade de carteira digital é o Apple Pay, que já é aceito em milhares de estabelecimentos.

Ofereça uma digital wallet para alavancar negócios no m-commerce

5. Invista em atendimento mobile

Outra excelente dica é oferecer canais de atendimento online otimizados para dispositivos móveis, como é o caso do chat online e ferramentas de callback.

Com o callback, clientes não precisam ficar esperando na linha para receber uma ligação e podem facilmente solicitar uma ligação de sua equipe enquanto continuam navegando por sua loja.

Por outro lado, um chat online é um canal de atendimento disponível dentro de seu website ou mesmo diretamente dentro de seu próprio aplicativo mobile que te apresenta a oportunidade de abordar visitantes em tempo real e atender de forma proativa.

Lembre-se, oferecer conveniência é extremamente importante para impulsionar suas vendas no m-commerce e, por isso, é importante considerar que visitantes não querem ter de alternar entre aplicativos ou páginas para tirar dúvidas sobre seus produtos ou serviços.

Impulsione as redes sociais para vender mais no m-commerce

Agora que sabe o que é m-commerce e conhece algumas estratégias para aproveitar ao máximo este mercado, é importante levar em consideração que acessar as redes sociais através de smartphones e tablets já é algo que 82% dos brasileiros fazem diariamente.

Por isso, não deixe de aproveitá-las para levar sua marca aos seus clientes, seja no Instagram, Facebook ou mesmo no WhatsApp.

Inclusive, aproveite nossas dicas sobre como vender mais pelo WhatsApp e perceberá que o m-commerce é muito mais abrangente que simplesmente fazer com que sua loja virtual seja responsiva.

Aprendeu o que é m-commerce?

Esperamos que este conteúdo possa ajudá-lo a entender a abrangência do m-commerce e porquê é importante investir em diversas formas de otimizar a experiência de compra nos canais de vendas digitais através de dispositivos móveis.

Por fim, não se esqueça que o JivoChat pode ajudá-lo a abordar visitantes no mobile de forma proativa, através de convites personalizados, além de permitir que usem a ferramenta de callback para conversar com sua equipe de vendas sem qualquer tempo de espera na linha.

Além disso, nós também oferecemos nosso próprio app mobile para que você possa continuar antendendo clientes de onde estiver. Não deixe de conferir e boas vendas!

2020/03/18

Se gostou deste artigo, também pode gostar destes ...

Dicas para ecommerce, conversão e atendimento